Você está aqui:Home » Ética » Aborto » Quando começa a vida humana?

Quando começa a vida humana?

ultrasoundTemos visto (quem foram os primeiros seres humanos?) que é difícil, talvez impossível, dizer quando na história natural os primeiros seres humanos existiram. Muito possivelmente foi um processo gradual ao longo de milhares de anos.

Isto leva a uma questão relacionada: quando no processo de reprodução sexuada começa a vida humana?

Diferentes abordagens
Há pouco consenso sobre a resposta a esta questão – as pessoas tomam muitas abordagens diferentes:

Senso comum?
Para muitos, esta é uma simples questão de senso comum. Mas, infelizmente, eles nem sempre concordam com a resposta. É na concepção, quando há batida de um coração ou movimento, ou quando o bebê pode sobreviver fora do útero?

Vamos analisar mais aprofundadamente estas possibilidades, mas parece que precisamos de algo mais objetivo do que o senso comum para se chegar a uma resposta convincente.

DNA
Um feto é um membro da espécie homo sapiens, e logo após o nascimento tem o DNA humano que determina o crescimento e características humanas. No entanto, o enquanto DNA nos define como um ser humano, não define a vida – pessoas mortas ainda têm o DNA.

As comparações entre o nascimento ea morte
Um argumento razoável é basear a nossa opinião sobre o que os médicos e os tribunais consideram são os sinais vitais cuja ausência indica a morte. Há ainda uma certa controvérsia sobre isso, mas parece haver quatro principais pontos de vista sobre a definição de morte (com alguns assuntos em comum):

  1. A lei dos EUA diz: “Um indivíduo que tenha sofrido (1) cessação irreversível das funções circulatórias e respiratórias, ou a (2) cessação irreversível de todas as funções de todo o cérebro, incluindo o tronco cerebral, está morto.”
  2. A morte é “a perda irreversível de capacidade para a consciência, combinada com a perda irreversível de capacidade de respirar”, ou
  3. a morte ocorre quando “o cérebro já não pode funcionar”, ou
  4. “Seres humanos morrem quando deixam de funcionar biologicamente como organismos”.

Parece razoável utilizar um ou vários destes como critérios para o início da vida.

No entanto, isto resulta em muitas  determinações do início da vida. O feto começa a funcionar como um organismo pouco depois da concepção, o coração começa a bater após 2-3 semanas, o cérebro se forma gradualmente, mas pode ser considerado começando de funcionar após cerca de 8 semanas, mas a respiração não começa até o nascimento.

Células vs organismo
O Instituto de Westchester de Ética e da Pessoa Humana considera os primeiros momentos da concepção, a diferença entre uma célula humana e um organismo humano. Ele argumenta que há uma abordagem científica clara para distinguir tipos diferentes de células, com base em “diferenças em qualquer composição ou comportamento”, e que um organismo é “(1) uma estrutura complexa de elementos interdependentes e subordinados cujas relações e propriedades são largamente determinadas pela sua função no todo e (2) um indivíduo constituído para realizar as atividades da vida por meio de órgãos separados em função, mas mutuamente dependentes: um ser vivo”.

Nesta base, vemos que desde um momento muito inicial na concepção, quando um zigoto é formado, satisfaz estes requisitos e, portanto, um zigoto é um organismo, e isso é quando a vida humana começa.

Outras abordagens científicas
A RationalWiki enumera cinco abordagens científicas para determinar quando começa a vida (alguns dos quais nós já abordamos):

  • O metabolismo (isto é, a atividade celular). Mas isso existe em esperma e óvulos, e pode continuar após a morte, por isso provavelmente não é um indicador confiável.
  • Genética: “uma pessoa geneticamente única começa na concepção”.
  • Embriologia: cerca de 2 semanas após a fertilização, “uma simples bola de células começa a crescer em um ser em pleno funcionamento!”, Um processo conhecido como “gastrulação”.
  • Neurologia: o cérebro começa a funcionar a cerca de 8 semanas, mas o padrão completo da função cerebral, como medido por EEG ocorre apenas em cerca de 24-26 semanas.
  • Ecologia/tecnologia: é também em torno de 22-26 semanas que o bebê pode sobreviver fora do útero.

A RationalWiki conclui que esta não é uma questão que pode ser resolvida pela ciência, e observa: “o potencial para a vida humana pode começar muito cedo, mas é a personalidade que é o ponto de discórdia”.

Viabilidade
O geneticista e autor Ricki Lewis identifica 17 pontos possíveis no processo de concepção e nascimento que poderiam ser considerado como o início da vida. Ela opta pelo tempo (cerca de 22 semanas, ela diz), onde um “feto tem a chance de se tornar um bebê prematuro se entregue”.

Lewis continua a concordar que isso faz esta escolha ser dependente da tecnologia: “.Até que um útero artificial se torne uma realidade, a tecnologia define, para mim, quando uma vida humana começa, em vez da biologia”

Espírito ou alma
As pessoas que acreditam que os seres humanos são mais do que apenas as pessoas físicas, especialmente religiosos que acreditam que temos uma “alma”, irão, naturalmente, considerar o ponto em que um humano se desenvolve ou se une com uma alma para ser o ponto em que a vida humana começa. Mas isso não ajuda tanto quanto se poderia pensar, porque as pessoas pensam que esse evento ocorre em diferentes pontos.

  • o ponto de vista cristão comum é que ocorre na concepção;
  • alguns dizem que é na “aceleração”, com os primeiros movimentos do bebê (geralmente cerca de 3-4 meses);
  • A fé judaica e algumas outras tradições dizem que a alma entra no corpo na primeira respiração;
  • se seguirmos a lógica do trabalho extraordinário de crescimento gradual de espécies pré-humanas da espécie humana (ver Quem foram os primeiros seres humanos?), então não há nenhum ponto no tempo, mas um processo gradual de se tornar um ser humano.

Pessoalidade
Muitos sugerem que deveríamos estar perguntando quando o feto se torna uma pessoa, e não apenas um organismo vivo. Isto pode parecer a mesma pergunta, mas pode apontar para o desenvolvimento da consciência, o que provavelmente ocorre em algum tempo depois de 22 semanas.

Pergunta errada
Há aqueles que dizem que esta é a pergunta errada. Não podemos definir a vida ou quando ele começa, devemos simplesmente fazer escolhas que afetam o feto ou bebê com base no que vai provoca menos dor e não tirar qualquer coisa que vai ser sentida como perda. Isso enfatiza a humanidade prática, mas pode resultar em bebês pós-nascidos que sejam tratados de formas que a maioria das pessoas consideram antiética.

Avaliar os pontos de vista

Não há uma resposta objetivo claro
Todos estes critérios tornam impossível dizer com certeza quando a vida humana começa, a menos que sustentem uma posição dogmática com base em uma visão de mundo particular. Nossa opinião sobre o aborto (que eu vou examinar em um próximo post) provavelmente irá determinar a nossa opinião sobre quando começa a vida, ao invés do contrário.

Alguns pontos de vista são mais fracos do que outros
Entre os muitos pontos de vista sobre quando começa a vida humana, alguns parecem ter pouca base em critérios objectivos, como por exemplo:

  • A formação do DNA humano único que me parece ser uma base para a humanidade, mas não da vida.
  • A viabilidade do bebê fora do útero depende da tecnologia disponível, que é baseado no local e momento da história, e está mudando o tempo todo. Não parece que o início da vida humana pode ser tão variável. Este critério pode ser útil para algumas perguntas, mas eu não acredito que este é um.
  • Não posso deixar de notar que a pessoalidade (ou seja, a consciência e caráter) não é o mesmo que a vida humana – uma pessoa inconsciente sendo sustentada por aparelhos ainda é aparentemente humana.

Os argumentos mais fortes?
Parece-me que os dois pontos com os argumentos mais fortes em apoio são na concepção (quando um organismo humano com DNA e potencial é formado) e cerca de 10 semanas (quando o cérebro e o coração estão funcionando, em paralelo, tendo os critérios para a identificação de quando a vida termina).

Uma gama de crescimento gradual?
Eu não teria a pretensão de ter uma resposta clara, mas iria inclinar-me para pensar que a vida humana parece gradualmente – caso em que um intervalo pode ser a melhor maneira de definir o surgimento da vida humana.
Este intervalo deve certamente começar na concepção, e provavelmente terminará às cerca de 10 semanas, quando os batimentos cardíacos e funções cérebrais estão presentes.

Conclusão
Acho que devemos evitar ser dogmáticos, mas eu concluo que a vida humana começa no momento da concepção, ou gradualmente nas primeiras 10 semanas de gravidez.

Eu não quero que ninguém pense que istop necessariamente determina meu ponto de vista da ética do aborto (um tópico que vou abordar em breve), mas eu acho que é relevante para a questão.

Leia mais

Fonte: https://theway21stcentury.wordpress.com/2015/09/12/when-does-human-life-begin/
Tradução: Emerson de Oliveira

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Número de entradas : 1296

© 2011 Powered By Wordpress, Goodnews Theme By Momizat Team

Voltar para o topo