Você está aqui:Home » Cultos e religiões » Islã » Os crimes do profeta Maomé

Os crimes do profeta Maomé

Os muçulmanos são santificados pelo sangue de kafirs assassinados. Se o profeta do Islã, Maomé (ou Mohammed), estivesse vivo hoje ele estaria sentado no corredor da morte em algum lugar esperando sua execução.

O importante para entender é que nenhum desses atos criminosos e depravados são vistos como crimes aos muçulmanos, exceto se eles são cometidos por outra pessoa . São todos atos sagrados e divinos que seu próprio profeta se entregou e, portanto, eles receberam o selo de validação como o código moral a ser imitado por todos os homens muçulmanos. Eles são todos Sunna [A parte tradicional da lei muçulmana baseada nas palavras ou atos de Muhammad, aceitos (juntamente com o Alcorão) como autorizados pelos muçulmanos].

  • Molestou sua esposa – a menina Aisha, de seis anos de idade. Um dos deveres desejáveis ​​da menina Aisha era limpar manchas de sêmen da roupa do profeta. O profeta tomava um banho com a bebê Aisha e a “coxa” com o bebê Aisha, o que significava que ela era pequena demais para ser penetrada, então ele pegava seu pênis e esfregava-o para cima e para baixo nas coxas e contra a vagina. Sendo um homem de “piedade”, ele não penetrou no bebê Aisha até que tivesse nove.
  • Violou a bebê Aisha quando tinha nove anos (os textos alteraram sua idade quando os muçulmanos não podiam explicar por que seu profeta se casou e consumou o casamento com uma criança pequena. Os textos corânicos deixam claro que Maomé se casou com ela quando tinha seis anos. Para ser legalmente considerado válido, teve que ser consumado sexualmente. O Hadith prova claramente que Maomé era um pedófilo notório). Promovia sexo com bebês.
  • Violou uma mulher retardada. Assassinou uma mulher. Fez sexo com sua tia morta.
  • Capturou mulheres e estuprou. Manteve mulheres como escravas sexuais. Maomé fez sexo com 61 mulheres: muitas estupradas. Não havia sexo consensual entre uma criança e um homem. Não há sexo consensual entre um mestre e seu escravo sexual. Não há sexo consensual entre uma mulher conquistada na guerra e seu marido conquistador. Todos esses atos sexuais são estupros. ESTUPRO É ESTUPRO.
  • Teve onze esposas ao mesmo tempo. Abusou sexualmente de suas esposas. Violou suas esposas. Teve sexo forçado durante a menstruação, incluindo com a menina Aisha. Mentalmente abusou de suas esposas. Você pode imaginar tirar uma criança (ou qualquer mulher idosa) e molestar com a mão / punho da vagina menstruada?
  • Decapitou seus inimigos. 600/900 homens judeus em um massacre. Decapitou meninos judeus tão jovens quanto 13 anos depois de puxar as calças e inspecionar a virilha para o cabelo púbico.
  • Ordenou o assassinato, a tortura, o terrorismo de cristãos e judeus se não se converteram ao islamismo. Cristãos e judeus forçados da Arábia Saudita (o exílio em massa).
  • Assassinou pessoas por insultá-lo ou ao islamismo. Estabeleceu regime totalitário. Mandou queimar seus seguidores e suas famílias em suas casas por falta de oração.
  • Ordenou o extermínio, a tortura e o terrorismo dos kafirs. Instigou 60 massacres e participou pessoalmente de 27 deles.
  • Possuiu e vendeu escravos. Escravizou mulheres e filhos.
  • Chamou seus escravos negros de narizes de porcos e os comparou a Satanás.
  • Tratava seus escravos negros como feras de carga.
  • Mentiu e enganou. Maomé incentivou seus homens a mentir para enganar alguém para obter o que queria.
  • Causou divisão e ódio. Pediu que não se fizesse amizade com cristãos e judeus.
  • Subjugou e oprimiu mulheres muçulmanas. Obrigou a cobrir seus rostos.
  • Casou-se com sua nora.
  • Aprovou a prostituição.
  • Encorajou a violação de mulheres na frente de seus maridos.
  • Recomendou bater em esposas. Bateu em sua esposa – a menina Aisha.
  • Assassinou prisioneiros de guerra. Cometeu atos de terror.
  • Aconselhou ataques suicidas.
  • Executou apóstatas e homossexuais.
  • Bateu nas crianças que não rezavam. Aboliu a adoção.
  • Homenageou o assassinato de mulheres e crianças muçulmanas.
  • Era alcoólatra. Mentiu.
  • Apedrejou aduladores até a morte. Deixou uma mulher até a morte depois de ter dado à luz.
  • Ordenou que se cortassem as mãos / pés dos ladrões.
  • Torturou um homem por ganância.
  • Roubou e saqueou.
  • Promoveu o ódio para pessoas de outras religiões.
  • Extorquiu dinheiro de outras religiões
  • Promoveu conversões forçadas ao Islã
  • Permitiu que seus companheiros executassem, decapitassem, estuprassem e escravizassem.

.

Referências aos crimes do profeta Maomé: 

Sugestão para nosso leitor Craig para a devida diligência ao fornecer as referências a essas afirmações.

– O casamento de Maomé com a menina Aisha de 6 anos de idade (Sahih Al-Bukhari, Volume 5, Livro 58, Número 234 e 236).

– Aisha limpou as manchas de sêmen de Maomé – (Sahih Al-Bukhari, Volume 1, Livro 4, Número 229-233),

– Maomé acariciou Aisha durante sua “menstruação” (Sahih al-Bukhari, Volume 1, Livro 6, Número 298-300, Sunan Abu Dawud, Livro 1, Número 0270)

– Maomé gostou de ter relações sexuais com Aisha e suas outras esposas quando estavam menstruando (Sahih Muslim, Book 003, Number 0577-0579),

– Ele também adorava recitar o Alcorão quando suas esposas estavam em Menses enquanto deitavam entre suas pernas! – (Sahih al-Bukhari, Volume 1, Livro 6, Número 296), (Sahih al-Bukhari, Volume 9, Livro 93, Número 639)

– Maomé casou-se com a esposa de seu filho adotado chamado ‘Zaynab’ depois de desejá-la e então proibiu a Adoção no Islam – (Surah 33: 37, Sahih Al-Bukhari, Volume 6, Livro 60, Número 305, Sahih Muslim, livro 008, número 3330 Sahih al-Bukhari, Volume 9, Livro 93, Número 516, A História de Al-Tabari: A Vitória do Islã, traduzida por Michael Fishbein, 1997], Volume VIII, pp. 2-3)

– Muhammad teve relações sexuais com sua tia morta no túmulo – (“Kanz Al Umal” (The Treasure of the Workers, de Ali Ibn Husam Aldin, comumente conhecido como Al-Mutaki Al-Hindi. Ele baseou seu livro nos hadiths e provérbios Listados em “Al-Jami Al-Saghir”, escrito por Jalal ul-Din Al-Suyuti.)

– “Eu (Muhammad) coloquei na minha camisa para que ela possa usar as roupas do céu, e eu dormi com ela no caixão (túmulo) para diminuir a pressão do túmulo. Ela foi o melhor das criaturas de Deus para mim depois de Abu Talib ‘… O profeta estava se referindo a Fátima, a mãe de Ali. “A palavra árabe usada aqui para dormir é” Id’tajat “, e literalmente significa” se deitar “com ela. Muitas vezes, é usado para significar, “Deitar para fazer sexo”.

– Maomé e o Alcorão sancionaram o sexo com suas esposas e “escravas casadas” (Quran – 70: 22-30, 23: 5,6, 4:24, 33:50), – Maomé fala de sexo com meninas Escravas – (Sahih Bukhari – Volume 3, # 432, Volume 9, # 506, Volume 5, # 637, Sahih Muslim, Volume 2, # 3371)

– Maomé discordou do “coitus interruptus” com escravas – ele apoiou o ESTUPRO.

– Maomé obrigou uma jovem judaica de 17 anos chamada Safiyyah a se casar com ele e a violar no mesmo dia em que seu marido e sua família foram mortos na batalha de Khaibar (Sahih Al-Bukhari, Volume 5, Livro 59, Número 522, Volume 1, Livro 8, Número 367).

– Al Tabari informou sobre o fato de que mesmo algumas esposas e companheiros de Muhammad ficaram chocadas por ter forçado Safiyyah a se casar com ele depois de decapitar o marido, o irmão e o Irmão. pai.

Fonte: https://themuslimissue.wordpress.com/2013/01/18/islam-the-crimes-of-prophet-mohammed/
Tradução: Carl Spitzweg

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Número de entradas : 1306

© 2011 Powered By Wordpress, Goodnews Theme By Momizat Team

Voltar para o topo