Você está aqui:Home » Atualidades » Quem são as supostas “vítimas” do Cel. Brilhante Ustra?

Quem são as supostas “vítimas” do Cel. Brilhante Ustra?

Acabei de ler agora a notícia de que a OAB do Rio, na pessoa do seu representante Felipe Santa Cruz, de uma pretensa cassação ao mandato do deputado Jair Bolsonaro. Ora, é muito irônico. A OAB ou é extremamente desonesta ou extremamente estúpida. O tal Felipe ainda publicou uma imagem de supostas “vítimas” do Regime Militar (não ditadura militar, como a esquerda falsamente alega).

tortura

Será que são mesmo? O leitor Kadi Novaes fez seu trabalho de casa e descobriu quem foram as “inocentes vítimas” das fotos. Aqui está uma imagem em melhor resolução dos mesmos, para verificar quem são.

Antes, vamos relembrar para quem não sabe:

VAR-PALMARES: foi uma organização terrorista armada brasileira de extrema esquerda, que atuou durante a ditadura militar brasileira(1964-1985) utilizando-se de tática de guerrilha urbana, visando à instauração de uma ditadura comunista no Brasil. Surgiu em julho de 1969, como resultado da fusão do Comando de Libertação Nacional (COLINA) com a Vanguarda Popular Revolucionária (VPR) de Carlos Lamarca. Seu nome era uma homenagem ao maior quilombo da história da escravidão. Entre suas ações constam roubo, sequestro e assassinato.

MARMovimento de Ação Revolucionária. Grupo terrorista de extrema-esquerda.

Passemos às “inocentes” vítimas:

FERNANDO B. DE PAULA FERREIRA: Integrante do grupo VAR-PALMARES, participou do roubo de US$2,5 milhões do cofre do Adhemar de Barros, para tal, mantendo 11 funcionários reféns. Morto em uma troca de tiros no Largo da Banana, em 29/07/1979.
ROBERTO CIETTO: Preso quando passava casualmente em frente à casa que serviu de cativeiro do embaixador Charles Elbrick, no dia 04/09/1969, mesma data do sequestro do diplomata norte-americano, foi levado ao DOI-CODI, onde resistiu apenas algumas horas às torturas. Cietto era militante do MAR e havia fugido do presídio Lemos Brito em maio de 1969.
ALCERI M. GOMES DA SILVA: Membro da VPR, uma das cabeças do atentado que ceifou a vida do Sd. Mario Kozel Filho.
CARLOS E. P. FLEURY: Membro da VPR, um dos seqüestradores do embaixador alemão Ehrefried Von Holleeben, treinou guerrilha na Argélia e em Cuba. Morto em uma troca de tiros no bairro da Guanabara, em 10/12/1971
ANTÔNIO SÉRGIO DE MATOS: Iniciou a carreira no MAR, transferiu-se para a guerrilha urbana da ALN. Morto em 23/12/71, durante uma tentativa de assalto à um comboio militar.
LUIZ HIRATA: Membro da OS, morreu atropelado por um ônibus em 16/12/1971, quando empreendia fuga, à pé, de agentes do DOPS.
ALEXANDRE JOSÉ IBSEN: Ex membro da ALN e guerrilheiro do MOLIPO, morto em uma troca de tiros com a PM, no bairro Tatuapé, em 27/02/1972,
ANTONIO C. N. CABRAL: Liderança da ALN, morto, após trocar tiros, junto com 2 comparsas, em ocorrência na Rua Zizi, bairro Barão Lins de Vasconcelos, RJ.
HIROSHI TORIGOE: Ex-membro da ALN, comandante do MOLIPO, chefe do assalto ao Banco Nacional, na Lapa, morto em 05/01/1972, no bairro de Sta Cecília, em troca de tiros com os agentes do DOI-CODI, onde um policial veio a óbito.
JOSÉ JULIO DE ARAÚJO: Membro do Partido Comunista e da ALN, treinou guerrilha, em Cuba, de 1961 a 1971. Morto por seguranças particulares durante um assalto na Rua Teodoro Sampaio, Pinheiros-SP, em 18/08/1972
LOURDES M. W. PONTES: Membro do PCBR, esposa de Paulo P. da Silva, planejador e executor do resgate de Theodomiro Romeiro dos Santos, que resultou na morte de um Sgt da FAB. Integrante do “grupo de fogo” do PCBR, morta em resistência à prisão, no bairro do Grajaú, em 26/12/1972
MARIA R. LOBO FIGUEIREDO: Casada com Raimundo Figueiredo, um dos autores do Atentado do Aeroporto de Guararapes, membro da AP, baleada durante resistência à prisão, com outros 2 guerrilheiros, no bairro do Quintino-RJ. Socorrida para o Hospital Central do Exército, não resistiu e veio à óbito em 29/03/1972
VALDIR SALES SABÓIA: Ex-Policial Militar, membro do PCBR, procurado por vários atos de terrorismo, morto no RJ em 29/12/1972, ao resistir a prisão fazendo uso, inclusive, de uma granada de mão contra os policiais.

Resumindo: Só gente do bem… A maioria nem foi presa/morta pelo DOI-CODI, muito menos sobre a supervisão do Ustra. Mas, essa é a tática da esquerda. Se não existem fatos, invente-os.

E tem mais: Dilma lutava contra o regime apenas para implantar a sua ditadura comunista e de seu grupo guerrilheiro. Sua luta jamais foi pelo povo Brasileiro e pela democracia.

Aliás, engana-se quem hoje pensa que sua luta também é pela democracia e pelo povo. Não é! Assim como em 64, ela luta pelo poder, por um projeto populista de governo, onde os TIRANOS lançam suas mãos e leis sobre o proletariado.

O Ustra só é tão odiado assim pela esquerda, porque ele era o terror dos terroristas! E ser odiado pela esquerda, é uma grande vitória.
Pois é um sinal de que ele não se igualou à eles. Se o mesmo fosse de fato um assassino e torturador como a esquerda alega que ele era, Dilma, Lula, Dirceu, José Genoíno e tutti quanti sequer estariam vivos.

Ou vocês acham que para terroristas que explodiam pessoas, bancos, prédios, delegacias, presídios, pessoas que matavam e torturavam pessoas nós devemos mandar flores e vinhos?

Portanto, se você bate palma para uma terrorista, bata palmas também para os militares. Pois se não fossem eles talvez você e eu não estivéssemos aqui agora.

Muito se fala em ditadura apenas por um lado, mas vamos lembrar os crimes do outro lado também. Quando você quiser… A gente pode falar sobre o TORTURADOR, ESTUPRADOR, assassino, saqueador, sequestrador e assaltante do Marighella. O sanguinário endeusado pela esquerda.

Ou vocês vão continuar se vitimizando e achar que em 64, os militares tomaram o poder apenas pelo poder?

Só um refresco aí na sua memória, eles tomaram o poder com o aval do POVO e conclamados pelo mesmo.

Erros foram cometidos de ambos os lados. Portanto, prefiro ficar ao lado de quem defendia o Brasil, mesmo sabendo que eles também sabiam ser maus quando necessário.

Melhor ser odiado pela esquerda mas ter servido e defendido seu país, do que exaltar COMUNISTA GUERRILHEIRO com interesses apenas pelo poder.

É contra esses que se diziam lutar contra o regime militar de ontem que estamos nas ruas novamente HOJE.

Não é uma ideologia que está em jogo neste momento, é uma Nação! Uma nação que está mais uma vez sucumbindo aos monstros com fantasias de anjo do PASSADO.

Assim sendo, você pode e tem o direito de discordar. Mas fechar os olhos e tapar os ouvidos para à HISTÓRIA. É uma opção.

Fonte: https://homemculto.com/2016/04/19/quem-sao-os-santinhos-democratas-que-odeiam-bolsonaro/

 

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Número de entradas : 1207

© 2011 Powered By Wordpress, Goodnews Theme By Momizat Team

Voltar para o topo