Você está aqui:Home » Apologética geral » Curso rápido de apologética: S. Irineu

Curso rápido de apologética: S. Irineu

Irineu foi um dos primeiros cristãos a defender a fé contra o gnosticismo, mas o que ele realmente acreditou e o que mais fez? Ele contribui para o cristianismo? Aqui está o seu curso intensivo sobre a vida e as realizações de Irineu – e por que ele ainda importa hoje.

Quem foi Irineu?

Irineu (c 130-202) foi um pensador grego que nasceu na Ásia Menor de uma família cristã. Suas conexões históricas com o cristianismo primitivo foram profundas, como estudante do pai apostólico Policarpo (69-155). A tradição cristã afirma que Policarpo realmente conheceu o apóstolo João – assim, Irineu não estava muito longe do tempo dos apóstolos. Irineu era um teólogo sofisticado e um apologista cuidadoso. Na verdade, ele foi o primeiro apologista cristão a defender o cristianismo de heresias específicas (falsos ensinamentos que negam doutrinas cristãs essenciais). Irineu defendeu o cristianismo da influente heresia conhecida como gnosticismo. Ele também escreveu sobre a Igreja cristã primitiva com quatro Evangelhos que eram distintos dos falsos evangelhos gnósticos. Irineu também foi um líder na Igreja e, finalmente, tornou-se o bispo de Lyon.

 

O que Irineu escreveu?

Os dois livros mais importantes de Ireneu são Contra Heresias e Demonstração da Pregação ApostólicaO primeiro livro é uma defesa do cristianismo e uma crítica das reivindicações gnósticas iniciais. O segundo é um catecismo (um resumo do ensino cristão) que inclui temas apologéticos e pastorais, já que Irineu também foi um pastor espiritual na Igreja cristã primitiva.

No que Irineu acreditou?

Os cristãos de várias tradições continuam a defender crenças articuladas por Ireneu. Talvez as três maiores conquistas de apologética cristãs de Ireneu sejam as seguintes:

  1. Ireneu criticou o gnosticismo, uma filosofia religiosa herética que afirmou o conhecimento esotérico, o dualismo (o espírito é bom, a matéria é o mal) e um Deus transcendente não criador acima de Jeová.
  2. Irineu criticou o marcionismo, uma filosofia religiosa herética que afirmou Jesus como o salvador e Paulo como seu apóstolo principal, mas rejeitou a Bíblia hebraica e o Deus de Israel.
  3. Ireneu criticou os falsos evangelhos gnósticos e os diferenciou dos quatro evangelhos apostólicos.

Por que Irineu importa hoje?

Ireneu às vezes é criticado por sua teoria da expiação conhecida como o recapitulacionismo (a visão de que a expiação de Cristo inverteu o curso da humanidade da desobediência à obediência), mas ele é um importante teólogo e apologista cristão primitivo. Suas críticas às potentes heresias do gnosticismo e do marcionismo ajudaram a proteger o cristianismo da corrupção doutrinal. Irineu também ajudou a conectar o cristianismo apostólico com os últimos pais da igreja. Ele é significativo em seu papel de afirmar a ortodoxia apostólica distintiva. Dizem-se que Irineu era conhecido por procurar compreender cuidadosamente as heresias concorrentes e depois tentar fornecer argumentos bíblicos e históricos contra elas. Parece que Irineu praticou a regra de ouro da apologética: trate as crenças de outras pessoas do jeito que você deseja que as suas sejam tratadas (com cuidado, justamente, com precisão). Irineu é importante hoje, porque ele ajuda a conectar as verdades doutrinais do cristianismo apostólico com o desenvolvimento posterior da fé. Além disso, Irineu fornece informações de fundo importantes sobre quem criou os vários livros bíblicos e quais os seus propósitos em serem escritos.

Outros artigos da série Grandes Pensadores Cristãos: S. Agostinho ; CS Lewis ; Blaise Pascal ; Santo Anselmo ; Santo Atanásio ; São Tomás de Aquino ; Jonathan Edwards ; Søren Kierkegaard ; São Boaventura ; Martinho Lutero ; João Calvino (todos em breve traduzidos pelo Logos)

Reflexões: sua vez

Ireneu defendeu o cristianismo dos ensinamentos heréticos. O que as igrejas cristãs podem fazer hoje para ajudar as pessoas a evitar falsas doutrinas?

Recursos

  • Para um exame da vida e realizações de Ireneu, veja Como conhecer os Padres da Igreja: uma introdução evangélica de Bryan Litfin.

Fonte: https://reflectionsbyken.wordpress.com/2016/08/30/christian-thinkers-101-a-crash-course-on-irenaeus/
Tradução: Emerson de Oliveira

 

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Número de entradas : 1313

© 2011 Powered By Wordpress, Goodnews Theme By Momizat Team

Voltar para o topo