Você está aqui:Home » Apologética geral » 5 questões de apologética que todo cristão deve aprender a responder

5 questões de apologética que todo cristão deve aprender a responder

Nos meus anos de estudo de apologética, vários temas tendem a surgir uma e outra vez.Esta publicação abordará as 5 questões que penso que todos os cristãos devem estar cientes e poder responder.

Todas essas questões exigem mais comentários, e planejo escrever uma postagem no blog para responder a cada uma individualmente no futuro. (À medida que os postei, vou relacioná-los abaixo.) Por enquanto, vou oferecer algumas respostas rápidas e “simples” que podem ser facilmente comprometidas com a memória.

Pergunta # 1: Os Documentos do Novo Testamento foram corrompidos? 
Como os documentos originais não existem mais, os estudiosos utilizam uma ciência chamada crítica textual para reconstruir a redação de textos antigos. Quando eles têm muitos manuscritos (cópias manuscritas) e primeiros manuscritos, eles podem fazer isso com muita precisão. Os documentos do Novo Testamento têm mais manuscritos e manuscritos anteriores para apoiar sua precisão do que qualquer obra da literatura clássica antiga. Na verdade, foram copiados com 99,5% de precisão, e os 0,5% em questão não afetam nenhuma doutrina central.

Pergunta # 2: Existe alguma evidência de que a ressurreição de Jesus realmente aconteceu?

O renomado historiador e o estudioso do Novo Testamento, Gary Habermas, colecionou mais de 1.400 das obras acadêmicas mais críticas escritas entre 1975 e 2003 sobre a ressurreição. Essas obras  variaram da visão ultra-liberal a conservadora de extrema direita.Ele descobriu que praticamente todos os estudiosos concordaram em vários pontos em torno da ressurreição de Jesus. Aqui estão quatro:

1. Jesus morreu pela crucificação romana.
2. Os discípulos de Jesus acreditavam que Ele ressuscitou dos mortos e apareceu a eles, e eles
estavam dispostos a sofrer e morrer por essas crenças.
3. O perseguidor da Igreja, Paulo, tornou-se de repente um cristão, depois de ter uma experiência
com o que ele acreditava ser o Jesus ressuscitado.
4. O “irmão” (primo) de Jesus e cético Tiago se converteu de repente depois de acreditar
que viu o Jesus ressuscitado.

Habermas observou que cerca de 75% dos estudiosos também concordam que o túmulo de Jesus foi encontrado vazio. A melhor explicação desses “fatos mínimos” é que Jesus, de fato, ressuscitou dos mortos!

Pergunta # 3: A ciência tem desaprovado Deus? 

Os cientistas estudam o mundo material e, por definição, Deus não é material. A afirmação, “Deus não existe” não é uma afirmação da ciência, mas é uma afirmação filosófica que não pode ser comprovada em um laboratório. Para que os cientistas afirmem que Deus não existe, eles precisam filtrar suas evidências através da lente filosófica do materialismo ,o que exclui a possibilidade de qualquer coisa fora do domínio material. Frank Turek oferece esta ilustração em seu livro, Roubando de Deus:

Dizer que um cientista pode refutar a existência de Deus é como dizer que um mecânico pode refutar a existência de Henry Ford. Não segue.


Pergunta # 4: A Bíblia tolera a escravidão?
Quando os americanos ouvem a palavra “escravo”, pensamos no abuso e no trabalho forçado de afro-americanos no Sul anterior à guerra. No Antigo Testamento, a palavra hebraica ‘ebed, que muitas vezes é traduzida como “escravo” em português, não carregava a mesma conotação negativa que faz em nosso contexto moderno. No antigo Israel, esse tipo de servidão era um sistema no qual uma pessoa indigente poderia voluntariamente trabalhar para pagar uma dívida. Embora não fossem um sistema perfeito, receberam comida, abrigo, direitos legais e proteção contra maus tratos físicos.Depois de sete anos, eles foram libertados da dívida e da servidão e receberam um generoso presente de rebanhos, vinhos e grãos. (1) Em alguns casos, os israelitas mantiveram servos das nações vizinhas como resultado da guerra, mas foram ordenados a tratá-los humanamente, e esses servos também foram protegidos de maus tratos de acordo com a lei bíblica. (2) O tráfico de seres humanos era punível com a morte no Antigo Testamento. (3)

A escravidão romana no tempo do Novo Testamento é um pouco mais como a escravidão “móvel” que conhecemos em um contexto moderno. No entanto, em nenhum lugar do Novo Testamento é tolerado este tipo de escravidão. 85-90% da população romana eram escravos e encorajar os escravos a rebelar-se contra seus mestres teria significado execução ou marca. Em vez disso, o apóstolo Paulo ensinou que os escravos estavam em condições iguais com pessoas livres aos olhos de Deus (4) e encorajavam a mudança, começando no coração. (5) Este ensino radicalmente contra-cultural começou a se desempenhar na história e eventualmente inspiraria pessoas como John Wesley e William Wilberforce a se oporem à escravidão moderna e apoiar a abolição.

*Para um olhar mais profundo sobre as passagens bíblicas mais problemáticas em relação à escravidão, eu recomendo o livro de Paul Copan, Deus é um monstro moral?

Questão # 5:  Existe alguma evidência fora da Bíblia que Jesus realmente existiu? 

A afirmação de que Jesus não é mencionado em qualquer lugar fora da Bíblia e pode não ter realmente existido tende a aparecer nas mídias sociais de vez em quando. A resposta a esta pergunta é simples:

Existem dez fontes conhecidas e não-cristãs que mencionam Jesus como uma pessoa real dentro de 150 anos de Sua vida. Ele é mencionado por Josefo, Tácito, Plínio o Jovem, Flégon, Talo, Suetônio, Luciano, Celso, Mara Bar-Serapião e o Talmud judeu. Isso não inclui a abundância de fontes históricas cristãs que escreveram sobre ele, incluindo as testemunhas oculares.

Quais são algumas outras perguntas que você acha que os cristãos devem estar prontos para responder? Por favor, comente ou responda abaixo!

(1)  Deuteronômio 15, 12-18
(2)   Êxodo 21,20 ; Êxodo 21, 26-27 ; Deuteronômio 23, 15-16 ; Deuteronômio 24, 7
(3)   Êxodo 21, 16
(4)  Gálatas 3, 28 ;1 Coríntios 12, 13
(5) Colossenses 4, 1 ; 1 Timóteo 6, 1-3 ; Efésios 6, 5-9

Fonte: https://www.alisachilders.com/blog/5-apologetics-questions-every-christian-should-learn-how-to-answer
Tradução: Emerson de Oliveira

Comentários

Comentários

Sobre o autor

Número de entradas : 1348

© 2011 Powered By Wordpress, Goodnews Theme By Momizat Team

Voltar para o topo